(19) 3651-3912 | contato@paideia.org.br

4 livros incríveis para conhecer Graciliano Ramos

08 de setembro de 2021Categoria: Educação

Foto: Arquivo público do estado de São Paulo

Graciliano Ramos (1892 – 1953) foi um grande escritor brasileiro da época do Modernismo, sendo o romance “Vidas Secas”, sua obra de maior sucesso – recebendo o Prêmio da Fundação William Faulkner, dos Estados Unidos por ela. Seus livros retratam os problemas sociais do nordeste brasileiro, um povo que sofria com o esquecimento, com um toque de visão crítica das relações humanas, fazendo-as de interesse universal. Dessa forma, o escritor se tornou um dos expoentes do Regionalismo. O sucesso das histórias contadas por Ramos é tão grande, que vários de seus livros já foram adaptados para o cinema.

 

Para conhecer mais de Graciliano Ramos, confira essa lista especial de livros que separamos:

1. Vidas Secas

A obra, publicada em 1938, foi grande sucesso do escritor Graciliano Ramos. O livro “Vidas Secas” retrata a história de uma família retirante que foge da seca nordestina. De origem extremamente pobre, Fabiano, o pai, Sinhá Vitória, a mãe, os dois filhos e a cachorra baleia, viajam até encontrar uma casa pequena na qual se instalam. No entanto, o local possuía um dono que os faz trabalhar para poderem viver sob aquele teto. Dessa maneira, Ramos retrata a miséria, a exploração de trabalhadores pobres, a violência policial e a falta de políticas publicas na região.

 

2. Infância

O livro “Infância” é uma autobiografia do escritor, que nasceu em Quebrangulo, município de Alagoas, em 1892. Publicada em 1945, a obra sensível soma os elementos pessoais com os sociais. Suas confissões são problemas que afetaram não só a ele mesmo, mas também o seu meio. Como o título indica, Graciliano narra sua história de quando era menino até a adolescência, retratando uma época difícil, repleta de repressões e violências que eram típicas do ensino pedagógico das crianças do nordeste no século 19.

3. São Bernardo

“São Bernardo”, obra publicada em 1934, consolidou a técnica e estilo de Graciliano Ramos e um significativo aprofundamento na mescla entre o social e o psicológico, com o objetivo de criar uma obra de análise significativa das relações humanas. Narrado em primeira pessoa – com falas sem instrução e gírias da região nordestina dos anos 30 – o livro conta a história de um homem órfão, Paulo Honório que, vindo de uma família pobre ao extremo, enriquece ilicitamente, se torna dono da fazenda São Bernardo e passa a viver à custa da desonestidade e exploração de seus empregados.

4. Angústia

“Angústia”, publicada em 1936, foi o livro que Graciliano Ramos escreveu dias antes de ser preso pelo exército de Getúlio Vargas, acusado de subversão e associação ao comunismo, permanecendo encarcerado por quase um ano. Narrado por Luís da Silva, o livro conta a história de como o funcionário público se frustra com a vida. Morando em uma pensão, por conta de sua dificuldade financeira, Luís conhece Marina, por quem se apaixona, mas o relacionamento se torna conturbado quando ele descobre uma traição. A história é contada através de pensamentos tomados pelas angustias de Luís, de forma fantasiosa e delirante.

 

 

Sentiu falta de alguma obra da lista? Comente nas redes sociais da Paideia!

Veja também

26 de maio de 2021

Inglês: 10 links para estudar de graça!

Aprender um outro idioma é por muitas vezes cansativo e angustiante. A boa notícia é que separamos 10 links para […]

Leia mais
14 de abril de 2021

Fatos históricos que fazem aniversário ‘redondo’ em 2021

É claro que em cada ano, fatos históricos fazem aniversário. A questão é que, quando essas datas fazem 10, 20, […]

Leia mais
25 de agosto de 2021

Deixar a redação para o final da prova no vestibular é uma boa escolha?

Essa é uma dúvida muito comum entre os vestibulandos e a resposta é: pode ser um grande erro. Deixar para […]

Leia mais

Nossos Parceiros

Quem está conosco transformando vidas e oferecendo o sonho do ensino superior.

Assine nossa newslettere fique por dentro das novidades!